Definindo a ISO 9000
 

  ISO é  uma  entidade internacional de padronização,  cujo nome é  "International Organization   for Standartization",   ou seja,     Organização  Internacional para a Normatização. Foi criada em 1947 em   Genebra, na Suíça.

ISO vem do grego isos e significa   igualdade,  homogeneidade  ou  uniformidade.  Ao contrário do que muitos pensam, ISO não vem da  abreviatura de International Organization for Standardization.

ISO 9000  é  um  conjunto de  Normas  que  visam  padronizar e melhorar  continuamente a qualidade dos produtos ou serviços  oferecidos pelas empresas no mundo inteiro. O  foco principal é o Cliente: o atendimento na íntegra e em conformidade com requisitos especificados, bem como sua crescente satisfação.

ISO 9001, Versão 2008

Estrutura da Série ISO 9000

Quatro são as normas básicas:

  • ISO 9000/2005 – Sistemas de Gestão da Qualidade – Fundamentos e Vocabulário – (Cancela e substitui a ISO 9000/2000. Válida a partir de janeiro de 2006).

  • ISO 9001/2008 - Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos - (Cancela e substitui a Norma ISO 9001:2000. Válida a partir de 14/11/2008).

  • ISO 9004/2000 - Sistemas de Gestão da Qualidade  -  Diretrizes   para  melhorias  de desempenho  -  (Cancela  e  substitui  as  Normas  ISO  9004-1/94, ISO 9004-2/93  e ISO 9004-3/99. Válida a partir de 29/01/2001).

  • ISO 19011/2002 - Diretrizes para auditorias de sistema de gestão da qualidade e/ou ambiental

ISO 9001:2008 - Requisitos

0    Introdução
1    Objetivo
2    Referência Normativa
3    Termos e Definições
4    Sistema de Gestão da Qualidade
5    Responsabilidade da Direção
6    Gestão de Recursos
7    Realização do Produto
8    Medição, Análise e Melhoria

O que é Certificação?

    Certificação é a conquista  de  um certificado de  aprovação  para um sistema  de  gestão baseado   em normas  internacionais *. É   uma  moderna  ferramenta de   administração  e marketing que atesta a  eficiência  da  empresa, em determinada  área para seus   acionistas, clientes e mercado.

    Consiste em  uma  avaliação geral do Sistema de Gestão da Qualidade das empresas por  entidades especializadas e independentes.   São  conhecidas como Organismos  Certificadores  (p.ex: BVQI, DNV, Fundação Vanzolini, BRTÜV, ABS, entre outros).

    Após  a  Auditoria de Certificação (Adequação e Conformidade), os auditores informarão à empresa se esta atende as exigências dos requisitos aplicáveis, segundo o modelo adotado, ou seja, ISO 9001, ISO 14001 , ISO 17025, ISO/TS 16949, SA 8000, OHSAS 18000, ISO 22000, ISO 16000, TRANSQUALITY, SASMAQ, entre outras.

    Caso a  empresa  atenda  a  todas as exigências, ela será  recomendada  como empresa qualificada a receber o certificado ISO.

    Em  aproximadamente  40 dias a empresa  receberá o seu  certificado  ISO, com validade de  três  anos, durante  os  quais  a entidade  certificadora  estará realizando  auditorias  de manutenção  periódicas  para  verificar  a  continuidade  de  adequação  e  conformidades às exigências dos requisitos, conforme a Norma adotada.
      
    
Com o certificado na mão, a empresa evidencia a seus clientes, ao mercado e ao mundo, que está qualificada conforme requisitos de reconhecimento internacional, praticando e mantendo critérios da qualidade adequados ao seu negócio, com foco na satisfação do cliente e na melhoria contínua de seus processos.

  Atualmente, o número de empresas no Brasil buscando a certificação dos seus Sistemas de Gestão da   Qualidade é cada vez maior,   confirmando a tendência mundial.

* Um Sistema  de  Gestão  normatizado  é  a  ferramenta  mais  moderna  que  existe  para administrar  informações, processos  e  pessoas   envolvidas com uma ou mais atividades da empresa visando aumentar efetivamente sua  eficiência  e a  qualidade  de  seus produtos e   serviços.



      Benefícios   da   Implementação  e  Certificação  de  um  Sistema  de Gestão da Qualidade nas  Organizações:

  • PADRONIZAÇÃO DE PROCESSOS
  • MAIOR PRODUTIVIDADE
  • REDUÇÃO DE CUSTOS
  • MENOS QUEBRAS / REFUGOS / DESPERDÍCIOS NO PROCESSO
  • MENOR RETRABALHO NO PROCESSO
  • FUNCIONÁRIOS MELHOR TREINADOS E QUALIFICADOS
  • DEFINIÇÃO DE RESPONSABILIDADES
  • MELHORIAS CONTÍNUAS NO PRODUTO, SERVIÇO E PROCESSO
  • MAIOR EFICÁCIA NA IDENTIFICAÇÃO E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS
  • AÇÕES PREVENTIVAS E AÇÕES CORRETIVAS
  • SATISFAÇÃO DE CLIENTES INTERNOS E EXTERNOS
  • MAIOR COMPETITIVIDADE NO MERCADO
  • AUDITORIAS INTERNAS COM A PARTICIPAÇÃO DE TODOS OS ENVOLVIDOS COM O SISTEMA IMPLEMENTADO
  • AUDITORIAS EXTERNAS PERIÓDICAS POR ORGANISMOS IDÔNEOS E INDEPENDENTES
  • MAIOR CREDIBILIDADE DE CLIENTES E FORNECEDORES